sexta-feira, 16 de março de 2018

Posturas de yoga (asanas)

Em geral, existem duas visões equivocadas sobre as posturas. Uma é que são muito difíceis, acrobáticas e impossíveis de realizar. Outra é que são muito tranquilas , suaves e pouco vigorosas. 

 Na verdade, essas duas suposições são bem relativas pois lidam com dois extremos. O yoga sempre busca o equilíbrio, o caminho do meio.O ásāna não acontece apenas com esforço físico, ele também acontece internamente.



Não há dúvidas de que as posturas de yoga trazem inúmeros benefícios físicos, mas a transformação interna, a superação de si mesmo o autoconhecimento é que fazem das posturas de yoga algo encantador.

sexta-feira, 9 de março de 2018

Invertida sobre a cabeça ou ombro

Nas posturas invertidas o cérebro é irrigado com mais sangue oxigenado favorecendo o bom funcionamento das capacidades cognitivas: concentração e memória.
Elimina extress, ansiedade. Melhora imunidade, regulariza a tiróide, combate a depressão e insonia.  

quinta-feira, 1 de março de 2018

Atenção plena

A cultura ocidental valoriza a riqueza material dos indivíduos e os sinais exteriores de "sucesso", deixando de lado a riqueza interior. Criou-se um ambiente competitivo, agitado, em que é cada vez mais mais difícil encontrar oportunidades de se concentrar em pensamentos, sentimentos e atitudes pessoais ou na relação com o mundo. A tradição oriental oferece uma alternativa radical ao materialismo moderno e tem muito a ensinar sobre a natureza do "ser" . Quando adaptadas ao estilo de vida moderna , as filosofias orientais podem ajudar na redescoberta de valores que infelizmente estão em falta no ocidente.
A convivência total dos próprios movimentos, sensações, ações, emoções e pensamentos é chamada no zen-budismo de 'atenção plena". É o processo de situar a mente com firmeza no momento presente, mantendo-a simultaneamente absorvida na tarefa que está executando. A meditação, o momento em que a mente se torna completamente alerta, e em si uma atividade de"atenção plena".
Quando se é adulto, uma das habilidades que em geral se perdem é a de dedicar toda a atenção às experiências que estão sendo vividas. Com a mente tomada por mil pensamentos, os sentidos parecem perceber só metade do que está a volta: as paisagens, sons e aromas que surgem de todas as
 direções .

Outra tendência é deixar de sentir a respiração e o próprio corpo, além da falta de atenção com os pensamentos e emoções. Para nós mantermos totalmente comprometidos com os aspectos físicos, mentais, emocionais devemos desenvolver uma mente atenta. O conceito de " atenção plena" ganha mais relevância quando aprendemos talvez contrariando a visão tradicional da meditação a não dominar os conteúdos da mente, , mas a observá-los, jogando a luz da percepção sobre eles e seu significado. Um bloqueio comum entre as pessoas que se iniciam na meditação é a impossíbilidade de esvaziar a mente. Fazer meditação dessa forma é negar a realidade só quando exploramos a mente por completo e damos total atenção ao seu conteúdo é que conseguimos viver as experiências e a riqueza da vida na totalidade.

segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018

Respeite o limite natural do seu corpo

"Uma postura está correta quando músculos, articulações e ossos estão alinhados de acordo com os princípios da biomecânica, respeitando os limites naturais e características de cada corpo. Cada pessoa tem um limite genético em termos de mobilidade articular e flexibilidade muscular. É um erro pensar que todos os corpos possam fazer todas as posturas.
Às vezes, o limite natural fica reduzido por causa da tensão crónica, dos maus hábitos ou do sedentarismo. Uma vez que esse limite adquirido é eliminado, é necessário reconhecer que não podemos nem devemos tentar ultrapassar o limite genético que a natureza nos impôs."(Pedro Kupfer)

quinta-feira, 1 de fevereiro de 2018

Não importa qual tipo de yoga

"O yoga é um remédio para a violência. Não importa qual o tipo de yoga, ele ensina o caminho de volta para o coração amoroso.

Um caminho de volta à morada sagrada, onde se encontra nosso tesouro espiritual, que é um amor infinito e incondicional, capaz de amar até mesmo aquele que nos agride.”

terça-feira, 30 de janeiro de 2018

Muito além


Mesmo tendo como um dos objetivos principais a expansão de consciência e a conexão com o Cosmos, a prática de Yoga pode proporcionar grandes benefícios para qualquer pessoa, independente do objetivo de cada um. Uma das mais importantes possibilidades dos diversos métodos existentes é o tratamento integral para corpo-mente-emoções libertando energia estagnada, tornando o corpo forte e flexível, estabilizando as emoções e trazendo clareza, criatividade e equanimidade.


Muito além de ser apenas uma execução de exercícios físicos ela pode ser uma eficiente ferramenta para se restabelecer o equilíbrio integrando a realidade interna com a externa, desbloqueando e despertando os centros psíquicos, trabalhando a circulação de energia e de fluídos e ajudando a criar uma base estável para a exploração do corpo, da respiração, da mente e das emoções, desenvolvendo assim o autoconhecimento e o autocontrole.



Tanto o corpo denso como o sutil acumulam tensões resultantes de como experienciamos os desafios do nosso dia-a-dia e que com o tempo se solidificam formando bloqueios que nos impedem de seguir em frente com leveza e clareza. Com as ferramentas proporcionadas pelos sistemas de Yoga é possível desfazermos toda estagnação a qual nos vemos presos e reprogramar todo o nosso organismo para padrões mais eficientes de funcionabilidade.